EM BUSCA DA REDENÇÃO


Por Thiago Ienco – Comentarista do Futebol Inglês na Rádio Bola Brasil

Após uma campanha razoável na Copa do Mundo de 2006 (7º lugar – eliminada por Portugal nas Quartas-de-Final) e o fracasso nas Eliminatórias para a Eurocopa 2008, a Inglaterra quer recuperar seu prestígio fazendo uma boa campanha na Copa da África do Sul. Na seleção desde 2007 – quando substituiu Steve McClaren – o italiano Fabio Capello, com seu inconfundível estilo pragmático e carrancudo, botou ordem na bagunça que era o English Team, afastando quem estava mal e simplesmente estava na seleção porque tinha status – como é o caso dos astros David Beckham e Micheal Owen, eternas estrelas do time que no momento não rendiam o esperado e ocupavam vagas que poderiam ser dadas a outros jogadores em melhores condições – e acabou com a farra que eram as concentrações, onde as wags (como são conhecidas as esposas de jogadores na Inglaterra) circulavam livremente e faziam com que as competições internacionais virassem literalmente uma grande festa. Talvez seja esse clima festivo dos ingleses nos anos anteriores o grande responsável por não conquistarem títulos em grandes competições desde 1966, quando sediaram e foram campeões da Copa (pela primeira e única vez) naquele ano. Para provar que tem comando, após a confusão envolvendo o até então capitão John Terry e o lateral esquerdo Wayne Bridge, Capello tirou a faixa de Terry, dando a entender que para ser capitão da sua seleção, o jogador deve servir de exemplo também fora de campo – algo que Terry não foi nos últimos tempos – e deu à Rio Ferdinand.

Visando mudar esse “paradigma de festa”, Capello e seu staff reformularam a estrutura do time e buscaram novas alternativas para suprir “ausências de peso”. Para buscá-las, a comissão técnica viajou por todo o país e assistiu boa parte (senão todos) dos jogos de jogadores ingleses que estivessem em eminência de fazer parte da seleção. Não foi surpresa ver Fabio Capello assistindo dois jogos do Campeonato Inglês (ou das Copas da Inglaterra e da Liga Inglesa) no mesmo dia, em cidades próximas e até mesmo distantes. Assim, nomes como Lennon, Huddlestone, Upson, Adam Johnson, Gary Cahill, Milner, Ashley Young, Downing e muitos outros foram ganhando força e surgindo como opções. Foi apostando em alguns destes nomes que a Inglaterra alcançou a incrível marca de segunda melhor campanha das Eliminatórias para a Copa, ficando atrás apenas da Espanha, atual campeã européia e uma das favoritas ao título da Copa de 2010.

Os deuses do futebol foram generosos com a Inglaterra nesta Copa. Caiu num grupo ( C ) fácil, ao lado de Estados Unidos e as fracas seleções de Argélia e Eslovênia. É quase certo que se classifique em primeiro e se tudo correr bem, os ingleses podem chegar as semi-finais sem enfrentar nenhum “bicho-papão”. O maior problema da Inglaterra são os próprios jogadores. Por estarem sempre envolvidos em grandes disputas, os jogadores continuamente sofrem lesões por esforço físico, o que pode prejudicar seus desempenhos na seleção durante Copa, como é o caso de Wayne Rooney, craque do time, que sofreu uma lesão no tornozelo no duelo contra o Bayern de Munique na Liga dos Campeões e até o momento, não se recuperou de forma convincente. O meu time base seria um 4-5-1 com: Hart (Green), Gary Neville (Glen Johnson), Terry, Ferdinand, Ashley Cole; Lennon (Walcott), Lampard, Gerrard, Barry (Carrick), Milner (Ashley Young) e Rooney. No entanto, Capello gosta de jogar num 4-4-2, adicionando o “poste” Heskey ao lado de Rooney no ataque. Não gosto dessa opção. Acho que o time perde (e muito) no quesito velocidade e qualidade. Se eu precisasse utilizar esse esquema, colocaria uma destas três opções ao lado de Rooney: Defoe, Crouch ou Zamora.

Uma resposta to “EM BUSCA DA REDENÇÃO”

  1. Rafael Gomes Says:

    Opa,

    Se Deus quiser a Inglaterra não vai ganhar essa Copa…! Vai dar Brasil…!

    Postei no meu Blog a entrevista que eu fiz com o Deivid (jogador do Fenerbahçe-TUR). Passe lá, leia a entrevista e comente…!
    http://opinafutblog.blogspot.com/

    Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: