SUMÁRIO DO BRASILEIRÃO 2010


Hoje (05/12/2010, Domingo), chegou ao fim mais um Campeonato Brasileiro, a edição de 2010 não foi uma das mais disputadas desde que o torneio passou a ser realizado em sistema de pontos corridos, mas foi uma das mais emocionantes com certeza.

Três times correram atrás do titulo até a última rodada: Fluminense, Cruzeiro e Corinthians, mas a tão cobiçada taça de campeão nacional acabou mesmo nas Laranjeiras.

Muricy Ramalho comandou o time do Flu rumo ao título brasileiro

Muricy Ramalho comandou o time do Flu nesta caminhada e acabou coroado com o troféu, o técnico mostrou mais uma vez que é especialista em pontos corridos faturando sua quarta taça na carreira. Todas as conquistas de Muricy vieram nos pontos corridos, o treinador segue sendo o segundo maior vencedor do Brasileirão, mas agora a diferença para o decadente Vanderlei Luxemburgo passa a ser de apenas um titulo.

O elenco do Fluminense foi montado durante a competição e as estrelas repatriadas da Europa deram liga ao time de guerreiros que salvou o clube carioca do rebaixamento na temporada passada. Deco, Emerson e Belletti se juntaram a Darío Conca, Fred, Diguinho e Gum para formar o esquadrão tricolor que acabou ficando com o terceiro titulo nacional da história do Flu. Destaque do campeão foi o melhor jogador da temporada, o hermano Conca que não ficou de fora de uma partida sequer do Brasileirão e levou, sim, o tricolor nas costas ao titulo, com suas assistências milimétricas e gols importantíssimos.

O Cruzeiro que vai se consolidando como uma das equipes mais fortes do país na década acabou ficando com o vice-campeonato. A ascensão da raposa marca também a ascensão de seu técnico, Cuca mais uma vez faz excelente trabalho, ano passado, de forma genial o treinador salvou o campeão Fluminense da Série B após darem a equipe como praticamente rebaixada. Os azuis de minas trouxeram do mercado sul-americano um dos melhores atletas do campeonato, o argentino Walter Montillo que já era conhecido dos brasileiros, após eliminar o Flamengo na Libertadores desse ano.

Na terceira posição ficou o centenário Corinthians, que valentemente brigou pelo caneco até a ultima rodada, mas pagou pelos tropeços contra os rebaixados Vitória e Goiás e acabou passado pelo Cruzeiro na segunda colocação. O Timão trocou de técnico duas vezes durante o torneio, perdeu Mano Menezes para a Seleção Brasileira e Adilson Batista não conseguiu introduzir sua filosofia de trabalho no clube, sendo preterido por Tite, ex-Inter. O Gaúcho chegou tarde demais ao alvinegro e não conseguiu trazer a taça para o Parque São Jorge. Além das estrelas Ronaldo, Roberto Carlos e Elias, o Corinthians teve como destaques no Brasileirão o volante Jucilei e o meia Bruno César, desconhecidos antes e “selecionáveis” agora.

O quarto colocado sem dúvidas traz o melhor trabalho do Brasileirão, o imortal Grêmio chegou ao G-4 na penúltima rodada após passar praticamente o primeiro turno inteiro flertando com o rebaixamento nas mãos de Silas. Para resolver o problema a diretoria apostou no maior ídolo de sua história e buscou no Bahia, Renato Gaúcho para que o técnico viesse a fazer o melhor trabalho de sua carreira, trabalho esse que pode acabar coroado com uma vaga na Libertadores, caso o Goiás perca a final da Sul-Americana para o Independente da Argentina na próxima quarta-feira. Jonas, antes pior atacante do mundo se tornou o maior goleador do Brasileirão 2010, seus vinte e três gols o credenciaram a símbolo da grande recuperação gremista que terminou como campeão moral do segundo turno.

O Brasileirão 2010 também foi marcado por gratas surpresas como Atlético-PR e Botafogo, antes apontados como favoritos ao rebaixamento, mas que acabaram fazendo campanhas brilhantes terminando no simbólico “G-6.”

Mas não só de glórias viveu o torneio, tivemos decepções como o sempre bem cotado São Paulo, o poderoso Santos, o campeão da América Inter e o Palmeiras de Luis Felipe Scolari, porém, sem dúvidas a maior das decepções foi o campeão de 2009, Flamengo que nesta temporada limitou-se a brigar para não cair e escapou do rebaixamento apenas na trigésima sétima rodada. Além deles o Galo mineiro, que investiu muito esta temporada, mas não conseguiu retorno algum nos gramados ficou estigmatizado por sua campanha contra o descenso.

A dor do rebaixamento foi sentida em três estado diferentes. São Paulo perdeu dois participantes: Grêmio Prudente e Guarani pagaram pelo pouco investimento e voltarão a Série B em 2011. Em Goiás, a equipe que leva o nome do estado acabou rebaixada pela incompetência dos dirigentes que comandam o clube e por fim, um time que fez excelente primeiro semestre desceu mais uma vez para a segunda divisão, o Vitória que foi vice-campeão da Copa do Brasil acabou rebaixado na última rodada após empate com o Atlético-GO em casa no duelo direto contra a queda.

OBS: Amanhã posto a seleção do campeonato, esperarei pela invenção da CBF para depois opinar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE O TORNEIO NACIONAL MAIS DISPUTADO DO MUNDO NA CAIXINHA.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: